Clara Nunes - Guerreira

Clara Nunes - Guerreira

por:
R$ 40,00

Descrição

Um dos maiores sucessos de Clara Nunes, “Guerreira” foi o samba que ajudou a consagrar a artista e deu título ao álbum analisado pela professora e pesquisadora Giovanna Dealtry. A música apresenta a “tal mineira”, criada no samba, filha de Angola, de Ketu e Nagô, mulher guerreira. O 11o dos 15 álbuns solo da cantora foi produzido por Paulo César Pinheiro e traz ainda canções de compositores ligados à Portela, como Aniceto da Portela (“Quem me ouvir cantar”) e Candeia e Casquinha (“Outro recado”), e ainda do mangueirense Nelson Cavaquinho (“O bem e o mal”), entre outras. Neste livro, Giovanna conta passagens da vida de Clara Nunes, que narram a transformação da cantora de boleros em intérprete de composições ligadas às religiões afro-brasileiras e ao samba, e o fortalecimento de sua imagem como cantora popular de um Brasil culturalmente miscigenado. Estão aqui a formação do repertório de Guerreira, a importância da espiritualidade de Clara, as relações com outros personagens da cena musical, assim como relatos sobre a força de sua interpretação e de sua performance.

 

Sobre Clara Nunes

Clara Nunes foi uma das maiores intérpretes do Brasil. Nascida em Paraopeba (MG), em 1942, conquistou o país, chegando a ser a primeira cantora brasileira a vender mais de 100 mil cópias, numa época em que se acreditava que mulheres não eram capazes de vender discos. Filha de Iansã e Ogum, seu conhecimento das tradições afro-brasileiras e o amor ao samba estavam evidentes em suas canções. Guerreira, lançado em 1978, foi um de seus discos mais vendidos. Clara Nunes faleceu em 1983, no Rio de Janeiro. Em 2019, sua escola de samba de coração, a Portela, tem o enredo em homenagem à cantora no desfile de carnaval: “Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar um sabiá”.

 

Sobre a autora

Giovanna Dealtry nasceu em 1967, no Rio de Janeiro. Professora do Programa de Pós-Graduação do Instituto de Letras, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é autora de No fio da navalha – malandragem na literatura e no samba (Casa da Palavra/FAPERJ). Tem outros livros e artigos publicados sobre samba e MPB, literatura brasileira contemporânea e modernidade carioca.