Mata teu pai

Mata teu pai

por:
R$ 30,00

Descrição

“Preciso que me escutem!”, é o que diz Medeia em sua primeira fala na peça. E entre expatriados e imigrantes, em estado febril, ela fala. Para e pelas mulheres — a síria, a cubana, a paulista, a judia, a haitiana —, suas cúmplices. À luz do mito de Medeia, somos convidados a visitar diferentes territórios numa reflexão sobre nosso tempo e suas fronteiras, criando um novo final para o mito.

 

 

SOBRE A AUTORA

Grace Passô é dramaturga, diretora e atriz. Estudou no Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado, em Belo Horizonte. Foi cronista do jornal O tempo (MG) e atuou em companhias teatrais de Belo Horizonte, como a Armatrux e a Cia. Clara. Em 2004, se juntou ao grupo espanca! e escreveu as peças Marcha para Zenturo; Amores surdos, pela qual ganhou o prêmio Shell de melhor texto em 2007; e escreveu e dirigiu Congresso Internacional do Medo e Por Elise. As quatro peças publicadas pela Editora Cobogó. Por Elise lhe rendeu os prêmios APCA e SESC/SATED de melhor dramaturga, em 2005, e o Prêmio Shell de melhor texto em 2006. Dirigiu ainda Os bem-intencionados (2012), do grupo Lume (SP) e Os ancestrais (2014), texto de sua autoria com o Grupo Teatro Invertido (MG). Entre seus trabalhos como atriz estão os espetáculos France du Brésil (2009), dirigido por Eva Doumbia, em Marselha, França; Krum (2015), dirigido por Marcio Abreu; e Vaga Carne (2016), escrito e dirigido pela própria Grace Passô.