Ãrrã

Ãrrã

de:
R$30,00

por:
R$ 24,00

Descrição

Ãrrã se constrói a partir de múltiplos personagens, num jogo cênico para apenas dois atores. Um casal de namorados pré-adolescentes, em uma aldeia africana, traçando um plano de fuga; um presidente da República em pronunciamento; um garoto que visita o planetário pela primeira vez; espectadores na plateia de um concerto para violoncelo; um homem solitário que conversa com o aparelho de GPS de seu carro — permeiam a dramaturgia do espetáculo encontros radicais de alteridade, em uma indagação sobre diferentes papéis que o outro, esse desconhecido, pode assumir numa relação interpessoal: objeto de desejo, de curiosidade, de rivalidade, de estranhamento. Segundo episódio da trilogia “Placas Tectônicas” e vencedora do Prêmio Shell de Melhor Autor (2015), Ãrrã é uma investigação acerca das vozes que povoam nossa cabeça e que correm em paralelo à dimensão objetiva dos fatos.

 

Sobre o autor

Vinicius Calderoni nasceu em 1985, em São Paulo, e tem desenvolvido sua carreira entre o teatro, a música e o audiovisual. Em 2010, fundou, junto com Rafael Gomes, a companhia Empório de Teatro Sortido. Escreveu e dirigiu Não nem nada (2014), pelo qual foi indicado ao Prêmio Shell de melhor autor, e Ãrrã (2015), que lhe rendeu o Prêmio Shell de melhor autor. Escreveu ainda a peça Os arqueólogos (2016), dirigida por Rafael Gomes, vencedora do prêmio APCA de melhor autor e indicada ao Prêmio Shell na mesma categoria. Calderoni integra o coletivo 5 a Seco, que lançou os álbuns Ao vivo no Auditório Ibirapuera (2012) (indicado ao Prêmio da Música Brasileira na Categoria Melhor Grupo de MPB) e Policromo (2014). Também lançou dois álbuns solo, Tranchã (2007) e Para abrir os paladares (2013), e é parceiro de importantes compositores como Lenine, Tó Brandileone e Celso Viáfora. Formado em Cinema pela FAAP, foi montador de Os sapatos de Aristeu (2008), de Luiz René Guerra, filme vencedor de mais de 50 prêmios no Brasil e no exterior. Também foi roteirista e redator final da série De perto ninguém é normal (GNT) e do quadro Massaroca, exibido dentro do programa Metrópolis (TV Cultura). Como ator, esteve nos filmes Mãe só há uma (2016), de Anna Muylaert, Um namorado para minha mulher (2016), de Júlia Rezende, e na série Louco por elas (TV GLOBO), com direção geral de João Falcão.