Tutankáton + O terceiro sinal

Tutankáton + O terceiro sinal

de:
R$40,00

por:
R$ 36,00

Descrição

No Egito Antigo, uma vidente anuncia a ruína num país já combalido pela seca e pela peste. O jovem faraó herda o trono, mas seu caráter o leva à paralisia. A multidão está insatisfeita e a guerra se aproxima. É nesse cenário que se desenrola Tutankáton, peça de Otavio Frias Filho, escrita em 1990. Ao final, notas do próprio autor iluminam suas escolhas estéticas e temáticas tão avessas ao espírito de nossa época. Este livro traz ainda O terceiro sinal, adaptação para o palco de um ensaio primoroso de Frias Filho sobre o ofício do ator e o teatro, que foi parte essencial de sua vida. 

“Tudo já existiu alguma vez. As épocas se abraçam como as nuvens no céu carregado, confundem-se no gélido vapor que logo será tempestade e tornará a ser a água suave dos rios. Deixai que o espírito do tempo se instale esta noite entre nós, abandonai-vos à sua magia e a seu comando inexorável. Sentireis a brisa de eras distantes e terras remotas, sepultadas quando o mundo ainda não era o mundo, embora girasse como hoje. Um sortilégio vai trazer humanos de volta à vida, para que encenem mais uma vez, diante de nós, o percurso mil vezes repetido, porque não conhecem outro, porque estão condenados a ele.”

 

Sobre o autor

Otavio Frias Filho (1957-2018) foi diretor de redação do jornal Folha de S.Paulo de 1984 até sua morte. Estudou Direito e Ciências Sociais na Universidade de São Paulo. Suas peças foram encenadas por diretores como Gabriel Villela, Gerald Thomas e Maurício Paroni de Castro, e tiveram em seus elencos Bete Coelho, Maria Della Costa, Fernanda Torres, Renato Borghi e Ney Latorraca, entre outros. É autor de três coletâneas de ensaios, De ponta-cabeça (Editora 34, 2000), Queda livre — ensaios de risco (Companhia das Letras, 2003) e Seleção natural — ensaios de cultura e política (Publifolha, 2009); dois livros de teatro, Tutankáton (Iluminuras, 1991) e Cinco peças e uma farsa (Cosac Naify, 2013); e do Livro da primeira vez (Cosac Naify, 2004), de histórias para crianças.

 

Língua: Português

Número de páginas: 128 páginas

Editora: Cobogó

ISBN: 978-85-5591-087-6

Formato: Brochura

Dimensões: 13x19 cm

Peso: 137 gramas

Ano de publicação: 2019